Dieta Ortomolecular

Dieta Ortomolecular ou Medicina Ortomolecular usa combinações de vitaminas, minerais e aminoácidos encontrados normalmente no corpo para tratar condições específicas e para manter a saúde. Nutrição vem em primeiro lugar no diagnóstico e tratamento. Também conhecida como medicina nutricional, a terapia ortomolecular enfatiza suplementar a dieta com altas doses de vitaminas, minerais, enzimas, hormônios (como a melatonina) e aminoácidos. As doses muitas vezes excedem os valores consumidos em uma dieta normal.

Uma forma comum de dieta ortomolecular é a terapia de megavitaminas, muitas vezes com doses bem acima das doses diárias recomendadas pelos médicos. Enquanto a maioria dos tratamentos carece de provas científicas, a medicina convencional também faz uso de altas doses de micronutrientes. Por exemplo, altas doses de substâncias antioxidantes são um tratamento convencionalmente utilizado para atrasar a progressão da degeneração macular, mas estudos recentes têm mostrado que eles não são eficazes na prevenção do câncer.

Como funciona a Dieta Ortomolecular.

O especialista em medicina ortomolecular irá verificar o histórico do paciente e realizar um exame físico. Depois disso, o paciente será avaliado com base na probabilidade de deficiências nutricionais e desequilíbrios. Testes adicionais, tais como exames de sangue e da dieta são feitos para identificar problemas. Então , suplementação nutricional e mudanças na dieta serão recomendadas durante um período de 2 a 6 semanas. Esse é o período de teste, no qual serão avaliadas mudanças na condição do paciente. O paciente é então reavaliado com base na resposta ao período de testes e modificações serão feitas se necessário.

Medicina

ver todos

Beleza e Saúde

ver todos